Receba nossas atualizações por e-mail:

Chefe ou líder eis a questão (ou não)


Por Mauricio Salkini.



Fui questionado em uma live sobre as diferenças entre chefe e líder. Em respeito ao

amigo, Paulo Sergio, que fez a pergunta, e a relevância do tema Liderança nas empresas

resolvi fazer essas linhas questionando a modernidade que troca os jargões, não

necessariamente mudando as práticas.


Como empresário de franquias recebo muitas propostas que perdem texto tentando

convencer que determinado valor não seria custo e sim investimento. Leio com objeções este tipo de proposta, porque definitivamente o desembolso acontecerá, o negócio precisa ter caixa, saúde financeira para absorver o valor proposto. Seguindo esse raciocínio, que discordo, tudo é investimento – CFTV (para não ser fraudado), Contabilidade (para não ser multado pelo governo), Letreiro (para chamar mais clientes), material de limpeza (para segurança biológica sanitária), tudo seria investimento. Ops, se tudo é investimento devemos reavaliar nosso conceito.


Me sinto perdendo tempo, com essa troca de palavras – de custo para investimento – ao

invés de ir direto ao ponto da solução do produto/serviço e qual o resultado me trará –

grana no final do mês. Resultado é o que interessa no final das contas, no início também.


Outra expressão do momento é Soft Skills¹, que gostei tanto do nome que batizei meu

cachorrinho de “Skill”. Meu filho, Artur, não curtiu e acha que não fez sentido um cachorro com nome de habilidades. Ele não sabe que estou fazendo um investimento na inteligência emocional do animal. Ironias, à parte, inteligência emocional é sempre bem-vinda as empresas. Se estiverem desenvolvendo no dia a dia como se comunica teremos ambientes muito mais saudáveis.


Os professores, treinadores, formadores, instrutores e mentores foram todos designados

coach, que substituiu os consultores. Existiu a fase que todos eram consultores. Nosso barbeiro tinha virado consultor de beleza masculina, passou para coach de estilo masculino. Graças a valorização do retro foram libertados podendo ser novamente nossos barbeiros, aquele raiz, em um ambiente de barbearia onde somos atendidos por barbeiros.