top of page

Receba nossas atualizações por e-mail:

Corrida por qualificação faz franquia de cursos profissionalizantes ampliar atuação

Por Roberto Pol.


Via Certa Educação Profissional chega a 8 Estados brasileiros esse ano, em 2020 eram apenas 3.


A atual situação de pandemia vem gerando uma corrida dos brasileiros por qualificação profissional na busca de novos caminhos para garantir a permanência ou recolocação no mercado de trabalho, um dos setores atingidos pela crise com uma taxa de 14,7% de desempregados no fim do terceiro trimestre de 2021, o maior registro desde 2012 segundo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).


Com essa necessidade de desenhar novos caminhos para driblar esta situação, o aumento da procura por cursos profissionalizantes tem se destacado por ser voltado para capacitação em curto tempo em relação ao ensino superior, proporcionar uma certificação e qualificação para ingressar no mercado de trabalho. Outro atrativo apontado também como favorável ao segmento é a possibilidade de ensino a distância, um formato acessível que renovou o leque de cursos de especialização por se adequar à necessidade de cada um possibilitando ainda mais as chances de expansão da qualificação profissional.


Esse impulsionamento no setor trouxe para Via Certa Educação Profissional, franquia especializada em cursos profissionalizantes, um crescente engajamento na procura pelos cursos oferecidos nas diversas áreas de preparação profissional, mesmo com a pandemia de Covid-19.


Expansão pelo Brasil

Atuante no mercado de franquias desde 2012, a Via Certa chegou a 8 Estados brasileiros este ano sendo que no ano anterior, em 2020, eram apenas 3, uma expressiva expansão resultante do sucesso da constante atualização da rede visando, cada vez mais, levar ensino de qualidade para as diversas regiões do país.


A rede conta atualmente com 47 unidades franqueadas distribuídas nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Paraná e Goiás. E não para por aí, de acordo com o diretor de expansão da rede, Jilo Shimada, a franquia projeta pelo menos mais 20 unidades vendidas até o final do ano fechando dezembro de 2021 com 70 operações comercializadas.


A ponte para essa grande demanda e expansão se dá com os métodos diferenciados desenvolvidos para atender as particularidades de cada aluno e elaborados para melhoria das mais de 30 opções de cursos oferecidos para capacitação e especialização para o mercado de trabalho.


Sistema de ensino Flex

O lançamento, logo no início da pandemia, do Sistema Flex, no qual o aluno tem a opção de fazer as aulas da plataforma 100% em casa ou onde estiver, ou na própria unidade Via Certa, como também realizar parte on-line e outra parte na escola, a livre escolha do aluno, potencializou o desenvolvimento das unidades que conseguiram manter seu faturamento no período. A rede já oferecia possibilidade de fazer alguns cursos de forma híbrida, porém a pandemia fez com que se acelerasse a metodologia on-line com um método acessível e seguro que cria uma maior interação com alunos e unidade e estende por todo Brasil uma educação profissional qualificada para suprir as necessidades que o mercado de trabalho exige.


A Via Certa oferece cursos como Informática e Tecnologia, Gestão Empresarial, Atendente de Farmácia, e Auxiliar de Veterinário, cursos esses com maior índice de matrícula na rede nos últimos meses.



Modelos de Negócios

Durante a pandemia, a rede também lançou um novo modelo de negócio totalmente on-line, a Via Certa Digital, onde o franqueado conduz o negócio home-based. Sem necessidade de um espaço físico, este modelo de microfranquia permite que o aluno realize as aulas diretamente da própria casa, de forma remota.


A microfranquia on-line Via Certa requer um investimento inicial de R$15 mil (sendo R$10 mil de taxa de franquia) e em cidades de até 15 mil habitantes o franqueado terá exclusividade de atuação, a partir disso tem a possibilidade de conduzir o negócio, porém ainda sem a exclusividade. Nesse formato home office, o franqueado recebe 30% do faturamento, estimando-se o retorno do investimento entre 6 e 12 meses.


Sendo mais enxuto, os cursos são ministrados pela própria equipe de professores da franqueadora, tendo o franqueado como única responsabilidade fazer a divulgação dos cursos, fechar matrículas e ter a retenção dos alunos.


Além deste modelo, desenvolvido para cidade pequenas, com até 15 mil habitantes, há também o modelo tradicional Via Certa, de escola com estrutura física que exige investimento a partir de R$ 134 mil, que variam conforme o número da população.


Para potencializar ainda mais a expansão da rede no Brasil, em 2021 também foi implantada a venda da modalidade de FDA (Franqueado Desenvolvedor de Área) ou máster-franqueado. A função dessa modalidade é dar suporte e treinamento localizado para os franqueados e prospectar outros novos, além de atuar com a comercialização dos serviços.


Para se tornar um franqueado pelo sistema FDA o investimento inicial varia entre R$130.573,00 e R$290 mil, essa variação ocorre de acordo com o potencial da região. O retorno do capital é estimado em até 24 meses, com faturamento bruto mensal de 40% dos royalties gerados por território, além de 30% da taxa de franquia obtida na venda das unidades.


Sobre a Via Certa

A Via Certa é uma rede de franquias com atuação no mercado de cursos profissionalizantes criada em 2012, em Birigui (SP). Com uma metodologia Flex, promovendo aulas individualizadas e vivenciais, a marca possui uma grade com mais de 30 cursos de diversos segmentos voltados para estudantes e adultos com idade ilimitada. Atualmente são mais de 50 unidades espalhadas pelo Brasil, cujo investimento inicial do modelo de negócio é a partir de R$ 134.944,60 na modalidade Física, e R$ 15 mil na modalidade exclusivamente on-line.

8 visualizações0 comentário
bottom of page