Receba nossas atualizações por e-mail:

O que as franquias podem fazer para se manter durante a pandemia


Por  Marcus Alonso




A pandemia do Coronavírus pegou muita gente de surpresa. E os efeitos dela no faturamento das empresas e na economia estão sendo devastadores. Mas o que o setor de franquias pode fazer para amenizar os efeitos da pandemia e manter-se no mercado?


Essa é a dúvida de muitos empresários que possuem franquias e que sendo prejudicados com essa crise de saúde pública. Veja abaixo como lidar com está situação e o que você pode fazer para manter a franquia durante a pandemia.


Negociar prazos e enxugar os gastos

A primeira coisa que os franqueados precisam fazer neste momento é negociar mais prazos e diminuir os gastos. A previsão é que o período da pandemia dure no mínimo três meses. Ou seja, é um trimestre que o faturamento tende a diminuir.


Por isso, é importante que você reveja algumas estratégias e tente enxugar ou negociar custos como:


  • Aluguel de imóvel;

  • Fornecedor;

  • Salários e benefícios de colaboradores;

  • Despesas em geral;

  • Etc.


A pandemia deve atingir todos os tipos de franquias, seja ela de venda de produtos, serviços, tecnologia, entre outras áreas. Dessa forma, é importante que você tenha a consciência de que a economia em geral está sendo afetada e que o melhor a fazer é passar por essa turbulência sem nenhum dano irreversível ao seu negócio.