Receba nossas atualizações por e-mail:

Onde ninguém quer chegar: MTCred lança maior projeto de doação de franquias do Brasil

Por Imprensa




A MTCred, empresa de crédito consignado que está no mercado desde 2008, se encaixa num segmento e modelo de franchising que permite uma abrangência nacional, independente da região do país, o que torna mais fácil o processo de expansão, já que não encontra nenhuma barreira regional. Atualmente a marca conta com 70 lojas em 23 estados brasileiros.


À frente dos avanços de crescimento econômico do país e pensando de forma social, a rede está lançando o maior projeto de doação de franquias do Brasil – um projeto que analisa e possibilita a doação de até 50 milhões em taxas de franquias para as cidades brasileiras com menos de 10 mil habitantes, locais onde as marcas de franquias não costumam chegar.


A primeira fase do projeto será destinada a regiões do Nordeste e ao estado do Mato Grosso, berço da franquia. O objetivo é selecionar até 600 pessoas que querem ser donas do próprio negócio e desejam independência financeira, mas que no momento não dispõem de capital para investimento.


As inscrições acontecerão durante todo o mês de dezembro. A franquia fará a seleção dos perfis que se adequam como franqueados. Serão aceitas 10 inscrições por munícipio e o candidato que melhor se qualificar terá acesso a franquia com custo zero.


“Entendemos que os empresários precisam se envolver, de forma a incentivar o empreendedorismo nas cidades com menos oportunidades e devolver a sociedade em forma mais igualitária”, declara Raniery Queiroz, diretor da MTCred.

A MTCred pioneiramente cria essa iniciativa e convida as demais empresas do Franchising a desenvolverem projetos que favoreçam os empreendedores de cidades com menos oportunidades a terem a chance de empreender.


Uma das vantagens da proposta é que não é necessário ter experiência na área, já que a franqueadora oferece todo o treinamento, material e assistência durante todo o período de adaptação. O único requisito que a MTCred pede é que o interessado t