Receba nossas atualizações por e-mail:

Semana Brasil deve ajudar o varejo a vender até 15% mais

Por Redação Diário do Comércio.



Expectativa é da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Esta será a segunda edição do evento que estimula o comércio a adotar ações promocionais conjuntas entre os dias 3 e 13 de setembro


A 2ª edição da Semana Brasil, que ocorrerá entre os dias 3 e 13 de setembro, deve ampliar as vendas do varejo entre 10% e 15% no período, de acordo com estimativas de Alfredo Cotait Neto, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). A ação, que reúne lojas de diferentes setores, como alimentação, eletrônicos e eletrodomésticos, oferecerá descontos aos consumidores aos moldes da Black Friday.


“A Semana Brasil certamente vai estimular as vendas neste mês em que tradicionalmente não há datas comerciais. É possível que registremos essa alta no período em relação ao mês anterior, o que já nos deixaria satisfeitos, mas sabemos que provavelmente será inferior a 2019”, afirma Cotait.

Ao lembrar que as vendas da Semana Brasil aumentaram 10% no varejo físico e 30% no e-commerce no ano passado, Marcelo Silva, presidente do IDV (Instituto de Desenvolvimento do Varejo), parceiro da ACSP na ação e, junto com a entidade, um dos idealizadores da iniciativa, também está otimista com a volta do movimento.


Silva reforça que é preciso retomar as atividades.

"O objetivo é olhar para os quatro meses que temos pela frente e instaurar o clima de confiança no país, nos consumidores e nos empresários”, afirma.

Conselheiro do IDV, Marcos Gouvêa de Souza destaca que a Semana vai auxiliar, sobretudo, as pequenas e médias empresas, que são 90% dos negócios no Brasil, a alavancarem suas vendas no período.