Receba nossas atualizações por e-mail:

UM MAR DE INCERTEZAS

Por Mauricio Salkini.


"Não sou nem otimista, nem pessimista. Os otimistas são ingênuos, e os pessimistas amargos. Sou um realista esperançoso. Sou um homem da esperança", Ariano Suassuna.

Estamos com sentimentos otimistas quanto ao retorno das atividades econômicas, em função da vacinação em massa, que está perto de ser concluída. Depois de tanta quarentena, estamos ávidos por vida ativa, liberada e com ares de normalidade.

Caro leitor, vacine-se para podermos, com saúde, negociarmos produtos e serviços. A vida é essencial. A economia costuma reagir positivamente quando os cidadãos estão acreditando que a vida melhorará. Líderes políticos estão produzindo diagnósticos de crescimento. Anunciam boas notícias como o réveillon e Carnaval, no Rio de Janeiro, por exemplo. Querem reativar a crença que nos faz investir e/ou consumir. Pretendo usar essas linhas para, antes de mais nada, te pedir por mim, por você e pela sociedade, que aceite a vacina como algo primordial. Depois, te alertar que estamos à véspera de tensões que precisaremos viver com muita sabedoria, compreensão e sapiência. O problema é que todos nós estamos expostos a incertezas por mais de um ano. Aprendi, com pesquisas psiquiátricas, que a incerteza é pior que o fato em si gerando, nos medidores de estresse (usam a saliva), um aumento maior que o problema concreto. A Covid foi a maior incerteza vivida por nossa geração, em termos de quantidade de vida ceifadas, em tempo de duração e pelas declarações conflitantes das autoridades de saúde. A única certeza era a incerteza. Polos distintos apresentavam argumentos e contra-argumentos, notícias e fake news. Duvidávamos de quase tudo, infelizmente. Incerteza, por longo tempo, afeta a lucidez. Não a sua ou a minha, mas de qualquer ser humano. Estamos todos afetados pela incerteza prolongada de uma tortura emocional que derruba nossa lucidez. Justamente o que será necessário nessa retomada. "...incerteza é igual a perigo. Se o seu cérebro não souber o que está na próxima esquina, não poderá mantê-lo fora de perigo. Quando a certeza é questionada, seu cérebro fica inoperante...", Forbes. Os locadores, fornecedores, colaboradores, franqueadoras, fiscais e parceiros viveram a mesma crise mundial e estão precisando que voltemos a normalidade. Ninguém aguenta mais! Atenção, esse retorno não será rápido. Acredito será gradual e vai gerar tensões. O franqueado é o último elo de uma corrente que está fragilizada. Precisamos existir para essa rede (stakeholders) se justificar. Portanto, muita parcimônia com a gente! Se você se sentir o forte da relação pode jogar tão pesado que acarrete o término da parceria. Se até água demais pode matar a planta, imagina posturas radicais nesse momento econômico. Nos jogos empresariais, os medalhistas serão os construtores de articulações. Independente do seu tamanho e/ou da sua força, a superação virá em rede, coletivamente, por colaborações. Nada mais coletivo que o sistema de franchising. Um viva ao SUS, medalha de ouro à vida, à vacina e às franquias. Ref. 1. Materia da Forbes: https://bit.ly/3jdPfJ0

Mauricio Salkini é Consultor Sênior em negócios da GASS Solutions RJ - BRA, atua há mais de 30 anos na gestão de varejo, como executivo e empresário. Estuda, debate e escreve o tema como pesquisador (UFF) prático (franqueado Rei do Mate e Kopenhagen). Identifica na cultura de gestão uma possibilidade do lucro consciente e perene, ou seja, o ESG do Varejo ou Varejo Social. Administrador, especialista em Pedagogia Social (UFF), professor e conselheiro da franqueadora Rei do Mate. Coautor do livro "Melhores Práticas em Gestão com Pessoas" e livro da coleção da Pedagogia Social. Vencedor do Prêmio Ser Humano ABRH-RJ 2019 com o projeto Treinamento Cult – Qualificação Profissional, Responsabilidade Social e Experiência Cultural. Poeta, Conselheiro biênio 2021/22 do Conselho Municipal de Educação do município de Niterói e Podcaster - Trilogia Saudável. Responsável pela implantação de mais de 15 franquias (supermercado, dentro de transporte aquaviário, estações de transportes - metro, trem e barcas, shopping e loja de rua), atua no sistema de franchising desde de 2006.


15 visualizações0 comentário